fale com a gente

siga o lobo

nos faça uma visita

falecom@lobocc.com.br

11 5572.5319 (Fixo e Whatsapp)

Horário de Funcionamento:

de segunda à sexta-feira, das 10h às 20h30

sábados, das 10h às 14h

  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco

Instagram do Espaço

Instagram da Loja

Curta nossa Página

Canal do Lobo

Rua Capitão Cavalcanti - 35A

Vila Mariana - São Paulo - SP

CEP 04017-000

à 100m do metrô Vila Mariana

©2019 Lobo Centro Criativo - Todos os direitos reservados | CNPJ 26.125.322/0001-50

JÁ OUVIU FALAR EM MOVIMENTO SLOW?

Esse é um termo ainda pouco difundido, mas é uma das bases aqui da loja do Lobo.

O Movimento Slow é a conscientização de que o rápido nem sempre é melhor.

O Slow nesse caso não significa lerdeza ou fazer as coisas em ritmo de tartaruga, procrastinando, mas tentar fazer tudo no ritmo e velocidade certa. Não se trata de contar as horas de produção, e sim de utilizá-las da melhor forma possível, prezando toda a cadeia produtiva, desde o produtor à matéria prima e o meio ambiente. Qualidade acima da quantidade!


COMO COMEÇOU?

O Movimento Slow deu suas caras pela primeira vez a mais de 30 anos, quando Carlo Petrini ficou P%$@ com a cultura de consumo desenfreado que saía dos EUA e chegava na Itália, e realizou um protesto contra a inauguração de um McDonald's em Roma, em 1986. Surgindo aí o movimento Slow Food.


O SLOW FOOD

O Slow Food veio para promover uma melhor apreciação da comida, valorizando a qualidade das refeições, os processos e os produtores. É uma contraposição política e filosófica a massificação e padronização oferecido pelo fast-food

Daí surgiu a necessidade de se aplicar a ideia de redução na velocidade do ritmo de vida contemporâneo em outros aspectos, formando assim o movimento conhecido como Slow Movement.


O MOVIMENTO SLOW

"Ser devagar significa controlar os ritmos da nossa vida. É você que decide em que velocidade deve andar em determinado contexto. Se hoje eu quiser andar depressa, vou depressa; se amanhã quiser andar devagar, vou devagar. Estamos lutando pelo direito de determinar nosso próprio andamento”. 

Carl Honoré de 2004, In Praise of Slowness


VALORES DE UM CONSUMO SLOW

  • Valorização de um desenvolvimento durável e sustentável ao invés de um crescimento de desgaste rápido; 

  • Proximidade e humanização, produtos únicos em oposição à produção em série, à impessoalidade e desumanização; 

  • Valorização da qualidade em vez da quantidade; 

  • Respeito pelos ritmos naturais, pessoais e sociais; 

  • Conscientização dos consumos. Moderação dos excessos.

  • Uso responsável dos recursos materiais.


E AGORA QUE VOCÊ SABE?

Nós podemos escolher a forma que nos relacionamos com o que comemos, vestimos, compramos, usamos, nos movimentamos.

Você também faz parte de todo esse ciclo.


Aqui na loja do lobo, somos em 40 artistas independentes, onde incentivamos o consumo de produtos artesanais, de baixo impacto ambiental e apoio aos produtores locais.  Aqui você não precisa se preocupar como um determinado produto foi feito, por quem foi feito e, principalmente, em que condições foi produzido.


Busque entender melhor suas relações com o consumo e com o dia a dia, e entenda que isso não será apenas uma mudança em sua vida, mas terá todo um impacto cultural.

93 visualizações